segunda-feira, 29 de março de 2010

Cartas Perdidas 11


Incompleta. À tua espera.



Apaixonada, a noite cai sobre a cidade.
Como um beijo, seco. De tanta saudade.
Sou como um menino, perdido e sem idade.
Tenho sede de ti, que me conquistas com um suspiro.
És o mar da minha vida. Para onde, sem medo, me atiro...

Um suspiro de raiva, um suspiro de ânsia, um suspiro de dor.
Por não te poder olhar nos olhos e dizer-te amor...

5 comentários:

Catarina Alexandra disse...

maravilhoso!!!

Catarina Alexandra disse...

maravilhoso!!! tens mt jeito!!

Anónimo disse...

Tu é que me tiras a respiração... Coração puro, ou jamais serias capaz de palavras tão lindas e sentidas!
Beijo Pipas

Anónimo disse...

bem.... romantico o SR. eheeh

gostei deste!!

Anónimo disse...

aiiiii... breath taking!
MF