quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Cartas Perdidas - Parte 10


Que tenho para dizer?
Palavras gastas.
Estão mudos, os sentimentos.
Vazios e ocos. Orfãos de momentos.
Resta-me escrever.
Dar vida a pensamentos. Soltos e não livres.
Reféns deste sentir sem razão.
Desta dor sem explicação.
Longe. É o mundo onde vives.
Sem caminho ou bússola para me orientar.
Navego ao teu sabor.
Marinheiro perdido sem o teu a-mar.
Procuro uma onda que me traga a bonança.
Procuro-te a ti, minha única esperança.

2 comentários:

Catarina Alexandra disse...

mt bem!

Anónimo disse...

bem este ta fantastico!!!