quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Que tempo é este?


Que espécie de tempo é este?
Em que homens se matam.
Sem dó.
Sem razão.
Sem coração.
Que tempo é este?
De notícias que nos empurram para baixo?
Que tempo é este?
Em que pensar nas coisas é ficar deprimido...
Porque nunca caminhamos para melhor?

Eu não gosto deste tempo.

Que tempo é este - De Sophia de Mello Breyner Andresen

Este é o tempo
Da selva mais obscura

Até o ar azul se tornou grades
E a luz do sol se tornou impura

Esta é a noite
Densa de chacais
Pesada de amargura

Este é o tempo em que os homens renunciam.

PS: Bem vindos a 2009. Que tempo será este?

1 comentário:

R. Sant'Anna disse...

Esse tempo é o mesmo de antes...
Smepre fomos assim e sempre seremos.

Estou conseguindo ouvir a Radio Pernes... Qual o horário do teu programa?