quarta-feira, 15 de outubro de 2008

De Braga para o Mundo


Porque conheci o Amaro Franco em algumas noites bracarenses. Porque ouvi muitas das ideias dele, que na altura me pareciam lunáticas. Porque me surpreendeu ao conseguir realizar esta epopeia. Porque acho que está de parabéns por ter alcançado este objectivo. Porque este caminho não se esgotou no percurso Braga - Jerusálem. E porque o início desta enorme aventura teve a assessoria de um grande amigo.

O Amaro Franco lá está. No canto superior direito da Comunidades - uma revista direccionada aos portugueses residentes nos Estados Unidos.

Foi há 3 ou 4 meses. Podem ficar com uma ideia de história aqui.