quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Cartas Perdidas - Parte 7


Aos poucos vais-te desligando de mim. Sem seres óbvia escorregas-me por entre os dedos das mãos. As minhas, que só desejam entrelaçar-se nas tuas e embalar-te numa dança só nossa.

Sinto-te cada vez mais longe... sinto-me incapaz de descobrir o teu caminho. Fazem-me falta os beijos que temos por dar. Não consigo escrever as palavras que um dia íamos dizer "a meias". Sem ti, os lugares que eram os nossos, sem nunca o terem sido, desaparecem... O nosso rio, a nossa relva.. a nossa árvore, a nossa sombra.

Sombra que agora me esconde do mundo. Não o sei habitar sem ti.

Levas contigo parte imensa de quem sou.

2 comentários:

Elsa disse...

Lindo... Como sempre!

Anónimo disse...

Hoje Choro
Choro por mim
Choro por ti…………….

Eu que nunca te tive…
Tu que já não me queres….

Hoje Choro

Porque nunca entendi
Porque era sem perguntas
Porque era apenas desejo

Hoje Choro
Porque era apenas Eu e Tu

Hoje Choro
Porque agora sou apenas eu
Sem ti…..



..............
rutita